Fonte: INPE
 

Você está na matéria de Marmelópolis (Turismo)

Apresentação     História     Passeios    

Horizontes vertiginosos

Texto e fotos: Marcelo JB Resende. REPRODUÇÃO PROIBIDA.

Diferente da fruta que lhe dá nome, Marmelópolis é uma cidade que deve ser apreciada em seu estado natural. E natureza é o que não falta nesta cidade do Sul de Minas, onde o horizonte é vertiginoso e cada vale esconde uma surpresa.

Clique para ampliar - proibida cópiaCachoeira do Cubatão.  

Marmelópolis é daqueles lugares escondidos que se revelam ao turista como uma pedra preciosa bruta a ser lapidada. De repente, pela estrada sinuosa, descendo e subindo morros, belas paisagens vão se descortinando. Rios e riachos correm tranquilos e solenes em vales cinematográficos, onde Araucárias parecem ter sido plantadas a dedo, de forma a compor o melhor cenário. Tudo parece encaixado no melhor lugar, numa harmonia vertiginosa e abrupta entre montanhas colossais e vales profundos. Lá no alto, como uma moldura, está o imponente complexo dos Marins, praticamente onipresente em qualquer local que se esteja nesta pequena cidade do extremo sul de Minas Gerais.


Se os bandeirantes, ao adentrarem em Minas, tinham a visão desafiadora da "Muralha" da Serra da Mantiqueira, de Marmelópolis a perspectiva é outra. Num ponto privilegiado da Serra, próximo à fazenda do Saiqui (alto da antena) é possível tem uma ideia exata da altitude: o maciço dos Marins simplesmente despenca centenas de metros, encontrando lá embaixo a planície paulista onde estão localizadas as cidades de Cachoeira Paulista e Lorena. A montanha marca a divisa entre os estados de Minas e São Paulo. De tirar o fôlego.


Com forte potencial para o ecoturismo de altitude, o município oferece várias opções de escaladas e caminhadas literalmente "sobre as nuvens". Os picos mais conhecidos são o dos Marins (o segundo mais alto do estado de São Paulo), o Marinzinho (que é diminuto só nome, sendo o mais alto da região, com 2432 m) e do Itaguaré (com suas torres de pedra). Essa cadeia de montanhas é responsável pelo clima bem característico de Marmelópolis, que figura entre os mais frios do Brasil e é muito propício ao cultivo de marmelo, pêra, pêssego e ameixa. Na época das floradas os vales se enchem de flores num espetáculo magnífico. O frio e a pureza das águas permite ainda a criação de trutas, uma marca registrada do Sul de Minas.

 

Marmelópolis encanta pela natureza e beleza de suas montanhas, cachoeiras e corredeiras. Todo o território do município pertence à Área de Preservação Ambiental (APA) Serra da Mantiqueira. Mas não fica só nisso. Encanta também pela sua tranquilidade e pela agradável sensação de isolamento que suas paisagens rurais proporcionam.  É terra com gosto de marmelo, terra de festas típicas, de povo simples e hospitaleiro em panorâmicas de tirar o fôlego.

  Clique para ampliar - proibida cópiaEstrada para Capelinha dos Marins.

Clique para ampliar - proibida cópiaFloração do pessegueiro.

Clique para ampliar - proibida cópiaVista da cidade.   Clique para ampliar - proibida cópiaCachoeira Santa Bárbara.   Clique para ampliar - proibida cópiaPrefeitura Municipal.
 
 

Circuito Caminhos do Sul de Minas



















© 2015 - Idas Brasil - Todos os Direitos Reservados