Alguns de nossos Parceiros:
Pousada do Ouvidor
Ouro Preto
Restaurante do Parque
São Gonçalo do Rio Preto
Caminhos do Ouro Turismo
Congonhas
Centro de Artesanato Mineiro (Ceart)
Belo Horizonte
Você está na seção Sobre Minas Gerais - História


Apresentação | A Corrida do Ouro | Liberdade Ainda que Tardia | Localize Minas 


 

Minas nos séculos XIX e XX


Texto e fotografia (exceto as creditadas): Marcelo JB Resende
Reprodução proibida


Recessão econômica e revolução reprimida. Minas inaugura o século XIX em relativa decadência. Mas é na adversidade que o homem cresce e os mineiros souberam aproveitar bem as lições do passado.

 

Em 1800 já era o estado mais populoso do país, com forte organização político-administrativa. A grande população soube responder à vocação política e teve papel importante nos principais acontecimentos do século. A economia deu uma guinada. Fábricas de ferro, técnicas inovadoras de mineração e tecelagem foram incentivadas. A agricultura desenvolveu-se a partir da terceira década, com a lavoura cafeeira. O café entrou pelo Vale do Paraíba, alcançou a Zona da Mata e se transformou no principal produto da província. O "ouro amarelo" dava lugar ao "ouro verde". Para escoar a produção foram construídas estradas, linhas férreas. Surgia a "União e Indústria", ligando Juiz de Fora a Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro. Era a primeira estrada com características modernas do país. O café seria o principal produto até o crack de 1929, quando a superprodução teve que ser queimada às toneladas. A agricultura mineira é forçada a se diversificar e a pecuária se estabelece como importante atividade econômica.

 



O estado tem hoje o maior rebanho bovino do país. Tudo sem esquecer a mineração, com a modernização das técnicas de extração e a descoberta de jazidas que recheiam as montanhas mineiras. Minas consolidava sua posição de vanguarda entre os demais estados da nação. Quando foi proclamada a República em 1889, Minas Gerais já era a segunda economia do país, atrás apenas do Estado de São Paulo. Sete anos depois seria inaugurada a nova Capital e a primeira cidade planejada do Brasil: Belo Horizonte.

 
 

Além de seu poder econômico, Minas ainda conta com um grande patrimônio: a política. Aliás, política é considerada uma manifestação de arte pelos mineiros. Nos finais da década de 1920, o Estado institui o voto secreto, exemplo de democracia ainda não adotado no país. Muitos políticos de renome e presidentes saíram das montanhas para governar os rumos do Brasil. Diga-se de passagem: Minas Gerais é o estado que mais presidentes deu ao Brasil.


   


















© 2015 - Idas Brasil - Todos os Direitos Reservados